culpa-dos-ricos
Colunistas Notícias

Culpa Dos Ricos?

Culpa Dos Ricos?

Culpa dos ricos? Vamos pensar… Atualmente, 8 homens detêm a mesma riqueza que a metade mais pobre do mundo, aproximadamente 3,5 bilhões de pessoas. A distribuição de renda está errada, mas a culpa é dos ricos?

NÃO! Mas antes que comece a me criticar ou pare de ler preciso que entenda que tal de “concentração de renda” é uma bobagem inventada por regras estatísticas que não valem de nada no mundo real.

 

Concentração de Renda:
Por definição é uma expressão que descreve um processo de acumulação de renda por parte de um indivíduo, de uma coletividade, país ou mesmo conjunto de países, em detrimento do restante do grupo. É geralmente utilizada para descrever as desigualdades encontradas no mundo inteiro, com referência à disparidade entre ricos e pobres.

Segundo a Wikipedia: “Concentração de renda é o processo pelo qual a renda, proveniente de lucro, de salário, de aluguéis, juros e de outros rendimentos, converge para uma mesma pessoa, empresa, região ou grupo privilegiado de pessoas. (De onde saiu a ideia de que só porque a pessoa recebe alguma coisa está sendo privilegiada?)
Um dos métodos usados para se medir a concentração de renda é medir quanto o grupo formado pelos 10% mais ricos da população recebe em comparação ao grupo dos 10% mais pobres, conhecido como P90/P10 ou 10% mais ricos a 10% mais pobres. Outros índices muito conhecidos são o Coeficiente de Gini e o Índice de Theil.

Culpa Dos Ricos?

 

O que a avaliação da atual concentração de renda mostra é que um número assombroso de pessoas não tem dinheiro e esta é a única parte realmente relevante. Se poucas pessoas tem muito dinheiro não faz diferença nenhuma. Vejo o nome dos 8 mais ricos do mundo em todos os jornais e sites e mostram eles como se fossem os vilões. E falam de questões que nada vão interferir na vida dos mais pobres, como aumento de impostos para as classes mais ricas, taxações extras em grandes fortunas, etc. E ainda somos obrigados a escutar que em breve teremos o primeiro trilionário como se isso fosse um absurdo.

A concentração de renda só seria um problemas se o dinheiro disponível no mundo fosse limitado, finito e definitivo. Mas não é. A todo momento o dinheiro disponível no mundo aumenta e de uma forma inimaginável. Você cria riqueza todos os dias com seu trabalho e somos bilhões de trabalhadores.

 

Vamos pegar alguns exemplos dos homens mais ricos do mundo:

Bill Gates – Fortuna de 75 Bilhões de dólares – ganhou seu dinheiro fazendo a vida de milhões de pessoas melhor tornando o computador acessível a todos e se ele puder vai deixar acessível a todos, inclusive para os 3,5 bilhões mais pobres do planeta. Já doou sozinho 37 bilhões de dólares, o equivalente a mais de 300 vezes o que o criança esperança doou desde que começou em 1985. Isto entre muitas outras atitudes dele que mudaram o mundo.

Mark Zuckerberg – Fortuna de 44 Bilhões de dólares – ganhou fortuna nos dando o direito de utilizar uma rede social gratuitamente. Faz doações maiores do que os investimentos em saúde de alguns países que ajuda.

Você acha que se este dinheiro que foi doado tivesse sido entregue em impostos ao governo seria melhor utilizado? Culpa Dos Ricos?

 

Estes exemplos são fáceis de perceber pois acredito que você foi beneficiados por eles. Na história as grandes fortunas sempre foram alcançadas beneficiando as massas. Os homens mais ricos da história desenvolveram os transportes, a iluminação e eletricidade e as construções. Se estes homens fossem proibidos de fazer fortuna ainda estaríamos andando em carroças, nos iluminando e aquecendo com fogueiras em construções de apenas um andar. As pessoas precisam de liberdade para enriquecer, pois os caminhos mais rápidos para isto são modificando a sociedade, normalmente com progresso.

 

O dinheiro se multiplica todos os dias, não é porque um rico ganha mais hoje que um pobre vai ganhar menos amanhã, uma coisas é completamente independente da outra e agora que isto está claro, podemos encerrar o assunto: Os ricos não são os culpados!

 

Sempre haverão pessoas mesquinhas, que roubam e que se aproveitam dos mais fracos ou indefesos, mas não é uma regra. Estas pessoas não tem um caráter bom o que não tem relação nenhuma com o dinheiro que esta pessoa possui.

 

Eu sou rico? Não. Então por que eu defendo os ricos? Não defendo os ricos, mas não posso acreditar na lenda de que os ricos sempre são maus ou eu nunca serei um deles.

 

Quem sabe já está na hora de parar de pensar como pobre?

 

Se você ainda não conseguiu esquecer os ricos… Você também pode ser um causador desta desigualdade, melhor se desfazer dos seus bens. Se você tem uma casa ou apartamento e um carro você provavelmente já tem a mesma riqueza que as  200.000 (duzentas mil) pessoas mais pobres do planeta juntas.

 

Então se quer debater ou ajudar concentre-se nos pobres, os ricos nem deveriam estar nesta conversa. Não culpe o capitalismo ou qualquer outro sistema econômico por um problema de um sistema político.

 

E se alguém disser que esta conversa só começou porque a Forbes divulgou a lista dos mais ricos e este assunto foi usado para abrir os olhos para a pobreza, sim, foi exatamente isto que aconteceu e não acho ruim. Ruim está para os ricos que deveriam receber aplausos pelo seu sucesso e benefício que trouxeram para a população e foram taxados de causadores da desigualdade social e de tantas outras coisas que escutamos por aí.

 

Outro fato importante a Oxfam, organização que divulgou o relatório com a frase “Oito pessoas no planeta possuem tanta riqueza quanto a metade mais pobre da população mundial, situação “indecente” que “exacerba as desigualdades””, usou de um apelo sem coerência para ganhar voz o que é importante e publicidade antes do Fórum Mundial Econôico e não apresenta nada contra os ricos, pois no relatório só aparecem empresas. Inclusive as empresas pesquisadas são na grande maioria de países pobres e nenhuma destas empresas pertence aos 8 bilionários que os jornais colocaram nas mídias.